segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Notório Saber, e o Saber Notório.

Então, o Impeachment passou, e o Brasil seguiu sua tradição de colocar o provisório como permanente. Me lembro do pavilhão de aulas de São Lázaro, da Universidade Federal da Bahia, o qual nos foi apresentado como provisório em 2006, mas assim estava desde a década de 70, imagine? Pois, o nosso atual presidente era provisório mas agora é permanente, e ao menos até 2018 teremos de engolir ele e seus ministros tradicionais.

A bola da vez, após as “Flexibilização das Leis de Trabalho” é a reformulação do ensino médio brasileiro, que articula uma mudança de carga horária, rebaixamento das disciplinas de artes, educação física, filosofia e sociologia e o tão falado “Notório Saber”.

Quando eu vi nos idos anos de 2007 uma oferta tão grande de cursos de Direito e Engenharia, me veio a cabeça o seguinte cenário para o futuro:  Daqui a um tempo veremos 2 vendedores reivindicando a patente de um super carrinho de Pipoca, e pasmem, eles serão formado em Engenharia e Direito. Isso mesmo, visto que eram tantos profissionais dessa área sendo entregues a sociedade, que nenhum mercado de trabalho vai segurar isso.

Mas olha só, me parece que nos dias de hoje, 2016, eles não estarão comandando as pipocas pululantes e sim uma sala de aula! Isso mesmo. Depois das reformas educacionais a serem propostas pelo governo Temer, qualquer profissional de notório saber poderá assumir uma turma de ensino médio e ajudar a melhorar o ensino no Brasil. Claro, nós licenciados não somos portadores somente de um notório saber, mas sim de um diploma reconhecido pela república, mas um Engenheiro (ou Advogado ou qualquer profissional tradicional que esteja desempregado) tem além de um notório saber, um saber notório, que é o saber da Engenharia, do Direito... Entende?

Estou esperando o momento em que uma parteira, ou um curandeiro serão contratados pelas Secretarias de Saúde, que um Mestre de Obras ganhará diploma reconhecido pelos CREA’s e que aquele Taxista amigo ou Barbeiro ganhará Status de Psicólogo com emprego no CAPS pelo país e por aí vai...


Enfim, no país em que o Notório (e pouco comprobatório) Saber vale mais que Diploma, temos Administrador no comando do Ministério da Educação, Engenheiro Civil a frente do Ministério da Saúde e até um cara para se temer no comando do país.