domingo, 25 de dezembro de 2011

Para um Feliz Natal

Essa imagem tem rolado nas redes sociais da gente.

Com essa imagem, estamos partilhando a campanha enunciada por um religioso aqui na Bahia, chamado Frei Beto.

Não temos muito mais o que dizer sobre isso, somente desejar que o mundo refaça os seus votos de bom natal. Com menos consumo, menos luxo material e mais fartura espiritual.

E é isso que desejamos ao mundo.

Um Feliz Natal!

Um Natal de verdade

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Algumas visões do Belo Monte.

Ok, temos visto ultimamente alguns vídeos com opiniões sobre o a usina do Belo Monte. Para formatar um debate, trouxemos esses 3 vídeos falando sobre o assunto, considerando a a relevância e o alcance de tais informações sobre o público.

Movimento Gota d"agua

Tempestade em copo d´água


Resistência contra o Belo Monte - Vídeos dos estudantes amazônicos.



Trouxemos também essa informação colhida no site Instituto Socioambiental, com um bom conteúdo sobre o assunto: http://www.socioambiental.org/esp/bm/index.asp

Ok, com essas informações confrontadas, acho que podemos pensar m algo também. Se alguém tiver alguma contribuição pra dar, aceitaremos de bom grado.

Valeu!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Espelhos da juventude, no futebol?

A Figura acima tem caminhado muito pelas redes sociais. Trata-se de um breve comparativo entre os feitos de Neymar e Sócrates, buscando encaminhar a adesão da juventude por um ídolo mais "merecedor".
Não se objetiva induzir as crianças e adolescentes a não serem jogadores de futebol, nem nada do tipo. Se pensa com a foto que essas personalidades influenciam as condutas e preferências dos seus admiradores, sendo assim, muitas pessoas nas redes sociais confirmaram a opção pelo jogador de Ribeirão Preto em detrimento do santista.
Sócrates e Neymar, são personagens brasileiros portadores de um "microfone social" e boa parte do que eles fazem e pensam são repercutidos na sociedade em geral. Ninguém pode negar o talento de Neymar com a bola, nem as alegrias que ele trás aos amantes do futebol, mas as necessidades do coletivo (que devem receber atenção de todos) são muito mais do que isso. Pela educação do país o falecido ex-jogador, escritor, doutor, ativista político e dentre outras tantas atribuições positivas, parece ser uma melhor opção.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Lupi não resiste ao looping...e sai do ministério.

Mais um cai no governo Dilma. Carlos Lupi pediu demissão nesse último domingo, e segundo as más línguas o fez antes que a própria presidente pedisse. Coisas da política... Depois de dizer que só sairia “à bala” e que amava a Presidente, o ex-ministro do trabalho não resistiu ao “looping” causado pelas denúncias de acumulação de cargos, e caiu da montanha russa do governo Dilma Roussef.

Carlos Lupi é o sétimo ministro que abandona a pasta antes de um ano de mandato, dos quais, seis deles foram abatidos por denúncias de corrupção. Dos que foram demitidos, se salva das denúncias apenas o ex-ministro da Defesa, o senhor Nelson Jobim, colocado pra fora devido à turbulência causada por suas declarações polêmicas. Detalhe: Jobim disse que Ideli Salvatti (então ministra das relações institucionais) era muito “fraquinha”, e disparou também contra Gleisi Hoffmann (a ministra da Casa Civil) dizendo que ela "nem sequer conhece Brasília". Pura questão de opinião, concorda? Apesar de desagradável e até mesmo desrespeitosa, era opinião. Mas derrubou Jobim do ministério.

Lupi deve voltar ao seu cargo no PDT, partido que decidiu permanecer na base aliada do governo PT, uqe parece que vai aceitar tal proposta com tranqüilidade e discernimento, mesmo com toda essa “ação”. É... O governo de Dilma parece está verdadeiramente “purgando” o que julga ruim. Interessante é que parte da mídia chama isso de corrupção. 

terça-feira, 6 de setembro de 2011

A Família & O Jovem que temos.PT 3

É claro que a punição faz parte do processo educativo, porém ela não está sozinha nesse processo, assim como não deve ser mostrada como o motivo da educação. As pessoas precisam entender que as normas devem ser cumpridas para que possamos ganhar um benefício coletivo, e não para perdermos um prejuízo individual. Assim, a punição é útil quando proporciona uma nova construção de valores para ambas as partes, educadores e educandos.
É necessário também evitar castigos pesados para erros leves, isto além de gerar revolta nos punidos, banaliza o processo punitivo fazendo com que o mesmo possa tornar-se obsoleto. Se punirmos o ladrão de galinhas com a morte, o que faremos com o assassino? Defendo o conceito de que uma punição retira e pretende devolver o individuo ao cotidiano e suas atividades, assim, a própria Pena de morte deixa de ser uma punição, visto que impossibilita o retorno ao convívio social. Para as questões domésticas de educação, temos de ter sempre a idéia de que o jovem, ou qualquer outro indivíduo, deve ser punido para aprender, e não para ser humilhado, principalmente dentro de casa.
No dia-dia as insatisfações são múltiplas, e quase que inevitáveis, e elas estão presentes também no processo educativo. Com isso, há de se ter muito cuidado com o uso dos instrumentos de educação doméstica. O açoite (mais conhecido como tapinhas, tapões ou verdadeiras surras) são os instrumentos mais “ameaçáveis” e temidos no ambiente doméstico. Muitos dizem que as “palmadinhas” não doem nem machucam, mas então, qual é a outra utilidade das palmadinhas senão a de causar dor?
Porém algumas pessoas conseguem dar novos significados a essas marcas causadas pela dor, evitando que isso se transforme em duradouras mágoas. Como soldados veteranos de guerras podem passar a enxergar as suas cicatrizes físicas como carimbos do patriotismo bélico ou qualquer outro tipo de serviço por um bem maior e para um número de pessoas maior, porém, existe uma grande diferença da guerra para o ambiente domestico. Fora o fato de a educação não se tratar de uma competição tão intensa, onde matar mais significa ter mais chances de ficar vivo, na guerra, como em qualquer outro lugar, aquele que te agride é facilmente visto como inimigo, já dentro de casa... Essa lógica é proibida! Seus pais de forma alguma podem ser vistos como seus inimigos!
Em conversas com pessoas diversas, podemos colher variados registros de agressões: Crianças acordadas de madrugada para serem surradas, outras eram despidas antes de punidas, e por ai vai... A meu ver, a coisa pode se complicar quando a prática de punir tão severamente é movida por debilidades psicológicas ocultas nos pais, aqui a subjugação pela força lhes servem de analgésicos para frustrações e medos de longa data.
E o que é ruim, pode ficar ainda pior se as pessoas a serem agredida (com o rótulo de punição) chegam a idade adulta e ainda assim tem de conviver com essas agressões, mesmo que no plano da ameaça. São poucos os adultos que verão com as lentes da normalidade outro adulto que se intitula digno de te agredir. Principalmente se somarmos a isso a antiga barreira moral de que os agredidos não podem se defender, de qualquer forma que seja. 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

A Família & O Jovem que temos.PT 2

Pensar que os jovens de hoje são as crianças de ontem e serão os adultos de amanhã, parece ser algo lógico, no entanto traz consigo uma preciosa reflexão. Os seres humanos são produtos sociais que combinam na sua história complexas informações e vivências, as quais lhes permitem ser o que são, mas, alguém já parou pra pensar que os jovens de hoje são produtos das famílias de hoje? Dessa forma, se um jovem é desequilibrado, certamente sua família também é desequilibrada. Os pais devem se policiar bastante para não caírem no erro de não ensinar e desejarem que os filhos mostrem aprendizado, cometendo o mesmo erro do semeador que não semeia e espera boa colheita. O processo educacional necessita (como em todos os processos) de um investimento com qualidade proporcional a expectativa do resultado, porém, se falando em educação o investimento é mais do que necessário. É vital.

São comuns os momentos turbulentos entre educadores e educandos, e parte considerável desses momentos (talvez todos eles) são desencadeados pela diferença composta pela expectativa e pelo resultado do comportamento dos filhos. Mais profundamente, nós temos desenhadas as tristes situações: Quando o comportamento dos filhos se mostra negativo, a culpa é dos filhos. Quando o comportamento dos filhos se mostra positivo, a culpa é dos pais. A primeira situação costuma vir acompanhada de uma punição, e a segunda situação costuma vir acompanhada de uma indescritível sensação de dever cumprido restrita aos pais. Perceba que somente na primeira situação existe uma interação entre as duas partes, tristemente, essa interação é proporcionada pelo aspecto punitivo.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

O jovem que temos & a família que temos. Part 1

Uma família em paz!

Observando as idas e vindas da juventude, preocupação e a consternação são sensações quase certas, principalmente para aqueles que destinam suas efêmeras vidas à uma sociedade mais construtora e laboriosa em caráter permanente. Com esse propósito, me dispus a escrever esse texto, Que vai ser dividido em algumas partes aqui em nosso blog.

É certo que de forma alguma poderei contemplar todos os pontos da formação juvenil, até por que, não disponho de informações e vivências suficientes para tal missão, principalmente por ser ainda jovem e não ter vergonha de assumir: Ainda estou em formação. Sendo a delimitação temática uma obrigação (oriunda das razões descritas logo acima) colocarei minhas lentes no jovem que tem uma família formal, uma casa, e pessoas dispostas a lhe ensinar valores.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

A Família & O Jovem que temos.

Olá pessoal, tudo bem?

Muitas vezes, ao olharmos a TV, vemos casos em que jovens, deslocados do convívio social padrão, estão a cometer crimes ou qualquer tipo de ato indesejado para a sociedade. Por isso me destinarei a refletir sobre a família que produz esse jovem, e por hora, não entrarei muito no caso do jovem que não tem família, visto que é uma loooonga discussão, que passara por aspectos diversos, como educação, controle de natalidade e afins.

Falarei sobre a família, e naturalmente os seus produtos, tentando, com muita boa vontade, chamar atenção para  a esperança de uma sociedade mais consciente de seu papel para com os que vem,e conseqüentemente, uma sociedade mais consciente de seu papel para com os que vão.

Será uma breve coletânea a divulgada em breve, e espero ter sucesso e poder dialogar (falar e ouvir) com todos vocês.

Até+!

terça-feira, 5 de abril de 2011

BBB 11 e 2021.



O BBB11 acabou, é verdade. Se encerra com a pior audiência da história do programa no Brasil, porém, com a melhor arrecadação de todos os tempos! Os personagens se apresentaram da mesma forma de sempre: Vilões, mocinhos e casais, sendo isso um sinal de que a forma da atração já está batida e demonstra fraqueza, e vejam, ele tem de sobreviver até 2020.

Nesse último BBB um novo vilão se revelou, contudo o seu modus operandi se reserva a ficar atrás das câmeras e nas redes sociais. Desde antes do início desta última temporada Boninho já provocava comentários pela internet. Disse que dessa vez valeria até “porrada”, e que nas festas não teria mais bebida de criança.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Sobre a série: "Off The Map"


O seriado vai muito bem, tem uma história robusta e tal...

Shonda está muito bem acessorada com essa galera aki. Muitos episódio são daqueles em que temos de tirar lições das ideias mostradas, mas confesso, quando isso se repete, quando sempre temos de refletir acerca do mostrado, as coisas tendem a se complicar, visto que nem todos gostam de um entretenimento tão visceral!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A missão do filme "A Missão"?



O filme se passa no séc. XVIII, na América do sul, em um território entre as fronteiras do atual Brasil, Paraguai e Argentina, que é utilizado como a missão jesuítica de São Carlos junto aos povos Guaranis. A obra se inicia com uma cena do corpo de um Padre sendo amarrado a uma cruz e jogado às correntezas de uma cachoeira. Para substituir esse Padre é enviado a missão o Irmão Gabriel, interpretado por Jeremy Irons. A Missão de são Carlos é de muito difícil acesso, visto que Gabriel precisa escalar uma grande montanha para que lá pudesse chegar e desenvolver seus trabalhos missionários.

Sabe o filme, A Máscara do Zorro?


Para fins cinematográficos, o filme retrata a saga de um homem que luta pelo povo da província da Califórnia, mas depois que sua esposa é assassinada e sua filha raptada por seu inimigo, Don Diego ,interpretado por Anthony Hopkins passa cerca de 20 anos na prisão. Quando consegue fugir, toma o ladrão Alejandro Murrieta, interpretado por Antônio Banderas, como seu sucessor, que assim como Don Diego está à procura da vingança, no sentido de lutar pela libertação dos nativos californianos, bem como vingar-se de seu antigo opressor.

O filme se passa no ano de 1821,